Busca Rápida
  Qualidade de vida para todos  
Geral : Mais de 3,5 mil hidrômetros são trocados por mês em Aracaju
Enviado por bruna em 14/06/2012 15:40:00 (741 leituras)

laboratorio_hidrometriaPor Bruna Carvalho e Ana Carla

Para garantir a segurança no abastecimento de água, mensalmente a Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) substitui mais de 3,5 mil hidrômetros em Aracaju. A medida efetuada pelo Laboratório de Hidrometria da empresa tem como objetivo assegurar a exatidão da leitura do volume de água consumido em imóveis onde os medidores pararam de funcionar devido ao tempo de uso ou por fraudes. Em 10% dos casos, a troca é motivada por violações.

O gestor de Hidrometria da Deso, Tiago Sanas, explica que o hidrômetro possui um papel importantíssimo para o usuário, pois a medição de consumo afeta diretamente quanto ao faturamento do uso de água. “Geralmente o cliente recorre à empresa quando se há algum problema ou quando a conta vem alta e quem indica tudo isso é o hidrômetro, principalmente, se há vazamentos”.

Por mês, 3,5 mil hidrômetros chegam a ser trocados somente na capital sergipana. No interior, o gerenciamento é feito pelas regionais. “As substituições preventivas dos hidrômetros são realizadas gratuitamente pela empresa a cada 5 anos, já as substituições corretivas, são cobradas e até em alguns casos, como os de fraude, os usuários ficam sujeitos a sanção. Cerca de 10% das substituições dos medidores são realizados em virtude das fraudes de água”, ressalta.

Tiago Sanas afirma também que toda vistoria realizada pela Hidrometria é acompanhada pelos próprios técnicos da Deso, que têm o trabalho reconhecido. “Os laboratórios são idôneos, e tem todo acompanhamento do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial). A equipe é capacitada e os equipamentos e procedimentos de medição de água são vistoriados pelo Instituto”, revela.

laboratorio_hidrometria1

Gerenciamento

Além disso, a Deso realiza análises internas, identificando quando o hidrômetro deve ser trocado, por meio do controle dos prazos de instalação e da estimativa de durabilidade dos medidores. Para o gestor de Hidrometria, o setor pode ser considerado como o “coração” da Companhia, pois está interligado a Superintendência Comercial e indica o faturamento da empresa.

“Na prática, o Laboratório funciona gerenciando toda parte de hidrômetros da Deso, acompanhando a instalação, a troca periódica de aparelhos danificados por uso, desgaste ou qualquer outra ação do usuário. Esse é um trabalho de caráter preventivo e corretivo”.

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.
Agência de Noticias de Sergipe