Busca Rápida
  Qualidade de vida para todos  

: Adutora do São Francisco ::

Em 1980 foi implantada a 1ª etapa do Sistema de Adutora São Francisco, com alcance para 10 anos. Sua construção respaldou-se na necessidade de atender ao mesmo tempo, o crescimento de demanda de Água da cidade de Aracaju e a implantação de dois grandes projetos industriais, quais sejam: as plantas de Amônia e Uréia , da NITROFÃ?RTIL e Cloreto e Potássio, da antiga PETROMISA , hoje operada pela Cia Vale do Rio Doce.

Captação: Margem direita do Rio São Francisco - cerca de 2km à montante da cidade de Própria.

Municípios Atendidos:

  • Aracaju
  • N.Sra. do Socorro
  • Barra dos Coqueiros
  • Atalaia Nova
  • Malhada dos Bois
  • Muribeca

    Povoados: Cruz das Donzelas

O Sistema entrou em operacão em l982, e Aracaju passou a ser a primeira capital do Nordeste a ser abastecida pelo Rio São Francisco, o maior, o mais importante e o mais seguro suprimento do Estado, com água de boa qualidade para o consumo humano.


Estacão de Bombeamento - O sistema de elevacão é composto de 05 (cinco) conjuntos moto-bombas com capacidade nominal de 0,347 m3/s.

Linha de Recalque c/ tubulacão em aço com diâmetro de 900mm e extensão de 23 km aproximadamente.

Adutora de Gravidade - linha de gravidade em ferro fundido dúctil classe k-7, diâmetro 900 a 1.000mm, com extensão aproximada de 67 km, e capacidade para 650 l/s. Abastece a C.V.R.D. Cia Vale do Rio Doce, ETA Oviêdo Teixeira (N.Sra. do Socorro) e ETA ( João Ednaldo (Sobrado).

A Adutora do São Francisco abastece além de Aracaju, os municípios de N.Sra. do Socorro, Barra dos Coqueiros, Atalaia Nova, Malhada dos Bois, Muribeca e os povoados Cruz das Donzelas e Visgueiro.

A execução das Obras e Serviços referentes a 1ª fase da 2ª etapa do Sistema Adutora do São Francisco iniciou-se em janeiro/98 e consta das seguintes Obras e Serviços de Construção e Montagens:

Duplicação da Adutora no trecho compreendido entre a atual derivação para NITROFÃ?RTIL e ETA João Ednaldo.

  • Caixa de passagem, estrutura de controle de Caixa de quebra-carga e nova estação de tratamento da ETA, com capacidade para 900 l / s .
  • Recuperação da faixa de servidão da Adutora desde a captação até a ETA.
  • Extensão total desta fase - 14.480 m.

O abastecimento da área metropolitana de Aracaju conta, além do Sistema São Francisco, com outros sistemas menores, nem por isso menos importantes. São eles:


SISTEMA CABRITA

O Sistema Cabrita foi inaugurado em 1906, e é o mais antigo sistema de suprimento de água de Aracaju, permanecendo nesta condicão até 1959, quando entrou em operacão o Sistema Poxim.
O manancial deste sistema é o Rio Pitanga, com uma bacia contribuinte de 75 km2 e capacidade de 130 l/s. Responde atualmente por cerca de 10 % da oferta de água tratada.


SISTEMA POXIM

Foi projetado pelo Engº Saturnino Brito e inaugurado em 1958. A partir dai passou a ser o principal abastecedor de água de Aracaju.
Sofreu modificacões em 1968 e 1979 e atualmente contribue com cerca de 27% do volume total de água ofertada. Sua captacão localiza-se no Rio Poxim, e sua vazão é de 580 l/s


SISTEMA DO DISTRITO INDUSTRIAL DE N.SRA. DO SOCORRO

Foi implantado em 1987, e é abastecido através de uma derivacão da Adutora do São Francisco, por gravidade na altura do Km 35.
A capacidade inicial do Sistema foi projetado para 185 l/s, com previsão de ampliação para 370 l/s.


SISTEMA IBURA

O Manancial de Ibura é um lençol subterrâneo que surgiu como fonte de água natural, no local foi construída uma piscina de 50m x 25m x 2,5m, utilizada inicialmente para fins de recreacão.

A captacão é feita diretamente da piscina com capacidade para 195 l/s, e suas águas são recalcadas para os reservatórios R2, localizado no Bairro 18 do Forte e R8, no Conjunto Jardim.

Printer Friendly Page Send this Story to a Friend


Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.
Agência de Noticias de Sergipe