Imprimir esta página

Deso leva unidade móvel Saneamento Expresso para escola da capital

  31 Maio 2019

O projeto de educação ambiental visa apresentar de forma lúdica o passo a passo do saneamento à população

Texto: Agência Sergipe de Notícias – ASN


Uma maquete dentro de um ônibus detalhando todos os processos realizados no tratamento de água e esgoto, trouxe encantamento para os alunos de um colégio particular de Aracaju. Os estudantes foram os primeiros a receber a visita da unidade móvel Saneamento Expresso da Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso), na manhã desta quinta-feira (30).

“Eu achei muito divertido e interessante aprender sobre a água assim, adorei as maquetes porque é igual a nossa cidade e gostei também porque ensina a preservar a água”, disse Natalia Vitoria, do 5º ano B, de 10 anos, após conhecer e assistir atenta a todo o ciclo de saneamento da água na unidade móvel.

Cerca de 50 alunos participaram das atividades que demonstram o Ciclo do Saneamento às comunidades sergipanas em ações itinerantes. O objetivo é apoiar e complementar as atividades da Companhia, enriquecendo o atendimento na capital e interior do estado, oportunizando o debate sobre o consumo consciente de água e a importância da participação da sociedade no bom funcionamento dos sistemas de abastecimento e esgotamento sanitário.

3bc5751bcd63420262d1d4265b07246e

 

“Estamos abrindo a apresentação da unidade móvel alusivo a Semana do Meio Ambiente com essa atividade na escola, de forma lúdica para os estudantes para mostrar a eles de onde vem à água que eles conhecem. Acompanhar desde a captação de água no manancial até a devolução do efluente tratado no corpo hídrico, além de mostrar como acontece a proteção de mananciais, o saneamento rural e urbano, as estações de tratamento de água e esgoto, drenagem pluvial, resíduos sólidos e uso consciente da água”, explica o coordenador de educação ambiental da Deso, José Jorge Silva Santos.

Alunos aprovam

Cada explicação dada pela equipe da companhia tirava uma dúvida dos estudantes curiosos. Vitória Maria, também aluna do 5º ano, disse que a ideia de aprender sobre água dentro de um ônibus é muito diferente. “Aqui a gente aprende mais, porque vê na maquete onde passa a água até chegar a nossa casa, e vi que a água é totalmente tratada”, ressalta.

Vitor Prudente de Carvalho, de 9 anos, do 4° ano, ficou impressionado com a unidade móvel. “Achei incrível o projeto, aprendi que devemos preservar nossa água, não jogar lixo nos rios, porque da mais trabalho para tratar”, pontuou.

A colega de sala de Vitor, Sofia Eves, 9 anos, achou interessante a atividade dentro da unidade móvel. “Entendi tudo que foi explicado. Não sabia do tratamento da água e ele falou também do esgoto, foi bem legal” detalhou.

A pedagoga da escola, conhecida pelos alunos como tia Vera, acompanhou as turmas durante as visitas e exaltou o projeto. “É de extrema importância! Tem pessoas que não sabem de onde vem a água que chega na sua residência, os processos pelo qual passa e quando conhecemos ficamos mais tranquilo sobre a qualidade e procedência da água. Achei incrível a iniciativa e espero que alcance o maior número de pessoas possíveis” disse.

Durante a primeira parada da unidade móvel o deficiente auditivo, Ângelo Barreto, ficou curioso para conhecer o projeto e recebeu as explicações de forma visual por meio das maquetes e ficou bastante impressionado. Ainda na estadia da escola, o Saneamento Expresso recebeu a benção do Padre José Lima Santana. Após esta escola, várias outras pessoas conhecerão o ônibus que passará por órgãos como Energisa, Universidades e escolas da capital e do interior.

 

d1ae5e41ed6f71eddf0b996e3f114b5a

7fb0379bb468e415b706bf9e398e5a0e

65a4ede28fdfff2dffcf07a7ff63ac98

552a3bfd2e012b9850685499aea93919

c0a29503e686f46903c99e22de6f7651

c1373df0083611846aa40587b4fe798f