ImprensaNotíciasDeso conclui manutenção de esgoto na Av. Anísio Azevedo, em Aracaju

Deso conclui manutenção de esgoto na Av. Anísio Azevedo, em Aracaju

  Laisa Galdina 30 Abril 2014
Os serviços de manutenção executados pela Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso), na Avenida Anísio Azevedo, bairro Salgado Filho, no trecho entre as ruas Cedro e Guilhermino Rezende, foram concluídos na tarde de quarta-feira, 30 de Abril. Dez funcionários trabalharam durante uma semana nos reparos de uma rede de esgoto que rompeu a cinco metros de profundidade. Trabalhos como esse são realizados rotineiramente pela empresa e são indispensáveis ao funcionamento adequado do sistema.

Eles realizaram a troca de 3,5 metros de tubos. No local, houve um afundamento no tronco do emissário que faz o recolhimento do esgoto da região, causado devido à corrosão da rede por conta do desgaste químico gerado pela matéria orgânica do esgoto. De acordo com o diretor de Operações da Deso, Sílvio Múcio, em virtude da profundidade da rede, as obras de manutenção foram de extrema delicadeza e demandaram tempo nos reparos executados pelas equipes devido à dificuldade de acesso ao ponto danificado do tubo. As obras para conter o vazamento contemplaram a reposição e compactação de solo.

“Esse emissário faz o recolhimento do esgoto da região e o conduz para a Estação Elevatória secundária, que fica ao lado do Ginásio Constâncio Vieira, que por sua vez, encaminha o esgoto para a Estação Elevatória do bairro Industrial. De lá, segue para a Estação de Recuperação de Qualidade (ERQ) Norte, localizada em Nossa Senhora do Socorro. Na ERQ, todo o material coletado recebe o adequado tratamento para ser devolvido com menos poluentes à natureza”, explicou Sílvio Múcio.

O processo de funcionamento da rede de esgoto é movido à gravidade, como sistema séptico. Quando a rede de esgoto está sendo implantada e chega à profundidade máxima, é instalada uma estação elevatória, que bombeia o esgoto das profundidades para reiniciar uma nossa linha de rede mais alta. Devido à complexidade do serviço, o tráfego precisou ser interditado.

“A interrupção do trânsito pode parecer um grande transtorno no começo, mas foi uma ação realmente necessária. Logo que eu e meu marido vimos o asfalto afundar numa profundidade grande, ligamos para a Deso e as equipes foram mobilizadas para cá rapidamente. O trânsito foi interrompido e foi iniciada essa obra que deu pra ver ser de extrema complexidade” relatou Raildes de Souza Santos, moradora da Av. Anísio Azevedo a 40 anos.

Após a finalização do serviço, o trânsito foi liberado no local na tarde desta quarta-feira.

Calendário

« Junho 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30

paradas-deso

Acesso a Informação

transp


office365-webmail